Social icons

Showroom A/W 2012-13 & 1º Aniversário Boneca


Conjunto American Vintage




Como alguns de vocês deve ter visto no Facebook do blog, fui convidada a participar no 1º Aniversário da Boutique Boneca, em Braga, evento este que consistiu num Showroom da colecção de Outono/Inverno das inúmeras - e lindíssimas - marcas presentes na loja. Assim, no fim de semana passado, eu mais três lindíssimas mulheres vestimos algumas das peças e divertimo-nos imenso com elas, quer na montra, quer fora dela. Foi um dia bastante agradável no qual tive oportunidade de conhecer pessoas incrivelmente simpáticas.

Handmade!


Como alguns de vocês já sabem, estou a realizar um estágio profissional na Associação de Apoio aos Deficientes Visuais do Distrito de Braga (AADVDB). Mais tarde falarei melhor desta associação e do trabalho que esta efectua. Hoje apenas quero dar-vos a conhecer um pequeno exemplo dos trabalhos manuais que os invisuais da AADVDB fazem. São pequenas bolsinhas coloridas onde podem colocar inúmeras coisas, como maquilhagem ou até mesmo o telemóvel.
Eu cá acho-as adoráveis e o melhor de tudo é que são baratinhas (estas bolsinhas custam apenas 3euros - se não estou em erro) e o dinheiro reverte na sua totalidade para a AADVDB.

Em breve irei tirar fotografias a todos os trabalhos realizados até hoje (porta-chaves, tapetes, artigos para casa...), mas desde já adianto que os próximos trabalhos irão incluir novas peças, como por exemplo bijuteria. Além disso, futuramente iremos aceitar encomendas personalizadas. 

O que acharam destas pecinhas? Estariam interessadas em comprar alguns artigos para ajudar a AADVDB?

Question / Blog Name


Existe uma questão que me tem ocupado a mente nos últimos dias e está ligada ao blog. Quando criei o Bacafuzadas este era apenas um espaço onde uma caloira postava os seus desvarios. Nunca pensei alcançar o número de seguidores que actualmente possuo (muito obrigada por isso), a verdade é essa. Tenho pensado em levar isto um bocadinho mais a sério e já ando a trabalhar nisso. Mas a questão que me impede de colocar certas ideias em prática é: deverei mudar o nome do meu blog?

Não sei se já repararam mas apesar de o endereço permanecer o mesmo, no cabeçalho já não se lê Bacafuzadas Insalsáveis. Isto porque apesar de considerar que o nome é, indubitavelmente, parte integrante da personalidade do meu blog, considero que não é suficientemente 'sério' (não sei se me faço entender),

Mas como o Bacafuzadas já há muito deixou de ser apenas meu, gostaria de saber a vossa opinião. Por isso, entre as três hipóteses presentes abaixo, escolham uma e ajudem-me a decidir!


Que nome preferem para o blog?

Divagar


(isto possivelmente não vai ter muita lógica mas pronto....)

Não sei se vos acontece (e refiro-me a pessoas semelhantes a mim, faladoras e irrequietas) divagar de vez em quando. Eu gosto de silêncio, mas não quando é suposto estarmos a conviver. Há sempre aqueles momentos meio estranhos em que já quase nem há assunto, e isso irrita-me. Nestes momentos o silêncio irrita-me porque se torna constrangedor. Então, das duas uma: ou me calo e vive-se ali um momento quase de agonia em que chega a um ponto em que ninguém fala porque tudo o que dissermos vai soar tremendamente ridículo ou descontextualizado, ou então falo de tudo o que me vem à cabeça naquele momento: episódios caricatos das minhas primas pequenitas, do gato Gil (que é a mascote no meu local de trabalho) e tantas outras coisas que nem sequer devem interessar muito mas que servem de pretexto para a conversa continuar.
A coisa engraçada é que isto não acontece por acaso mas sim em duas situações semelhantes - que normalmente ocorrem em simultâneo já que uma normalmente conduz à outra: quando estou (ligeiramente) envergonhada ou nervosa. 
Isto às vezes faz-me sentir ridícula porque mal acabo de falar penso "Mas porque raio falei sobre isto?" mas a verdade é que já lido muito naturalmente com a situação. Porque a verdade é que isto é a velha história do "quem está mal que se mude" ou do "não estou aqui para agradar a ninguém".
Só queria saber se não estou sozinha neste mundo. 

(e já agora, também pensam em voz alta?)

SPOTS / Oporto Excentric Hostel Design

Closet performance art + fashion

Na passada quinta-feira recebi um convite do João Mota - na blogosfera mais conhecido por Estilista Bracarense - que me deixou super entusiasmada. A proposta era simples: participar no evento Closet Performance Art + Fashion, inserido na fantástica Festa Branca em Braga - Capital europeia da juventude 2012.












Muito resumidamente, o evento consistiu numa montra viva na Boutique Janes - Rua do Souto. Eu, juntamente com 10 belíssimas meninas, entravamos num 'traje' muito simples, composto por um body cor da pele e umas meias brancas. A ideia era entrarmos quase neutras e com a nossa beleza natural.

The Little Mermaid



Os dias começam a ficar meio cinzentos e por isso mesmo decidi brincar  com a cor para os alegrar um bocadinho. Não sei se repararam mas o meu cabelo está diferente. Já estava a necessitar de o ter um bocadinho mais bem cuidado, e apesar de ainda me estar a habituar a verdade é que uma mudança nunca fez mal a ninguém. O responsável por esta juba chama-se Pedro Remy e é um profissional que aconselho vivamente. Depois explico-vos melhor todo o processo.

Parceria: Um pequeno mimo

O prometido é devido e hoje trago-vos uma novidade fresquinha. O blog estabeleceu uma parceria com a loja online "Um pequeno mimo", onde poderão encontrar uma vasta oferta de artigos feitos à mão pré-feitos ou personalizados. O colar que estou a usar na foto acima foi personalizado por mim pois na lojinha não existia em preto. É simples mas super bonito e versátil.

Após efectuar esta parceria, o colar foi-me enviado quase imediatamente e chegou muito bem embalado. A qualidade é incrível, os preços bastante acessíveis e a verdade é que não poderia estar mais feliz com o resultado.

Não se esqueçam de gostar da página da "Um pequeno mimo" no Facebook e de darem uma espreitadela aos artigos disponíveis.

Razão Ilógica


O ser humano tem sempre uma incrivel tendência para complicar o que na verdade todos sabemos que é extremamente simples. Mas é sempre difícil lidar com o básico uma vez que quase nada nesta vida o é, porque é suposto ser assim, ou porque tal nos foi imposto e sempre vivemos desta forma. E se tentarmos quebrar esta corrente o mais certo é sofrermos, simplesmente porque os outros não estão preparados para tal realidade.

Todos, no fundo, afirmamos que devemos viver cada dia como se fosse o último. E a questão que me assola no meio disto tudo é: Então porque não o fazemos?
Tenho encarado a vida com outros olhos. Coisas da vida. A verdade é que gostava que muitas coisas mudassem, que aproveitássemos mais em vez de nos enjaularmos numa cela repleta de medos, pudores, inseguranças e fantasmas do passado. Num mundo perfeito, seríamos capazes de enfrentar tudo isso, de engolir em seco, controlar a incerteza e arriscar. Mas em vez disso preferimos ficar presos a mil e uma situações vividas. Não era suposto aprendermos com os erros e com o que porventura correu mal em vez de permitirmos que isso nos impeça de viver o presente? E se parássemos de programar o futuro, não era bem melhor?

Sempre me disseram que devemos lutar pelo que queremos, o que me ensinou a dar ouvidos à razão. Mas a razão por vezes é ilógica e impede-nos de aproveitar o momento. Estou cansada de ser fiel a mim própria quando parece que todos acham extremamente complicado compreender-me. Mas mudar não é opção. Não vou parar de sonhar, de olhar em volta e achar tudo incrivelmente belo, de ver sempre a vida pelo seu lado romântico e de dizer tudo aquilo que penso e sinto, só porque sim.

Calma. Necessito ter calma, ser ponderada no que digo e faço. Talvez assim, desta vez, tudo seja melhor...

Ps - Amanhã vou tratar de atualizar o blog com os posts que estão em atraso. O tempo tem sido escasso mas trago novidades fresquinhas)
Powered by Blogger.