Não consigo gostar da expressão "ordem natural das coisas" simplesmente porque é ilógica e irracional. Mas porque razão tem de existir uma ordem natural das coisas quando esta, no fundo, não passa de uma ordem que nos é imposta pelo que a sociedade entende por "politicamente correcto"?
A meu ver, a tal ordem natural devia corresponder ao que o nosso coração nos diz para fazer. Mas tal não acontece pois preferimos guiar-nos pelo que a cabeça considera ser o mais acertado, colocando entraves e armaduras naquilo que realmente queremos fazer ou dizer. E arrastamo-nos, dia após dia, esperando pelo momento certo para o fazer, esquecendo que o amanhã é incerto e jamais está garantido.
Sei que ser livre a este ponto tem, indubitavelmente, as suas consequências mas creio não ter muito a perder. A verdade é que devemos viver à nossa maneira, seguindo a nossa própria ordem natural das coisas e não aquela que não passa de um estereótipo que nos torna prisioneiros de nós próprios. Porque no fundo, acredito que podemos ser realmente felizes se nos abrirmos ao mundo e nos mostremos a ele tal como somos. Pode não passar de um cliché, pode não ser algo assim tão linear... posso não passar de uma mera sonhadora, mas estou bem assim, e assim pretendo continuar!

"Façam o favor de ser felizes" - Raul Solnado