Social icons

Help!

Estou a pensar em artigos para oferecer no próximo Passatempo Bacafuzadas, tudo porque será o passatempo de Março e este é o mês do meu aniversário. Gostava de ter um sorteio enorme e mimar-vos imenso mas para já não tenho assim muitas parcerias nem muito dinheiro (a crise toca a todos, farto-me de dizer isto e é verdade).
Tenho de pensar em alternativas, mas a minha mente anda tão ocupada que agora nada me ocorre. Talvez deva eu própria fazer algumas coisinhas e completá-las com artigos comprados (não muitos).

Para já, resta-me esperar pelas vossas sugestões, tentar arranjar parcerias para este passatempo e pensar em artigos que eu possa criar, ainda que a minha criatividade não seja muita, também não é escassa.

E vocês, têm alguma ideia ou sugestão?

Vencedora do Passatempo Bacafuzadas III


Queridas leitoras, anunciarei a vencedora do Passatempo Bacafuzadas III neste post pois surgiu uma reunião de última hora e não estarei em casa a partir das 20h, em princípio. Por isso, pelo sim e pelo não aqui fica a vencedora deste passatempo :)



Parabéns Maria :) Foste a grande vencedora do passatempo Bacafuzadas III. Vou enviar-te um email ainda hoje.

Obrigada mais uma vez por participarem. Foi sem dúvida um belíssimo passatempo graças à Mimi (Mais uma vez obrigada pelo presentinho).
E não se esqueçam, em Março haverá mais um passatempo, por isso não desistam e continuem a ler e a comentar o Bacafuzadas. Beijinhos

Controvérsias da Sinceridade

A sinceridade é uma qualidade que todos prezam e a meu ver um assunto que devia ser mais levado em conta. A verdade é que a sinceridade pura e em excesso, tal como o whisky, resulta incontestavelmente em algo muito desagradável. A meu ver, a sinceridade no seu estado natural é pior que uma enxaqueca.

Se todos levássemos este tema a sério, conseguem imaginar como tudo seria?


Photobucket


Todos nós, sem excepção, mentimos todos os dias. mentir é parte integrante do ser humano.
Na universidade, no emprego, no café, quando alguém surge com um corte de cabelo novo ou com a mais recente aquisição que compraram nos benditos saldos (benditos para mim que sou mulher e sei o quanto é bom encontrar um vestido de 60 euros a 30), das duas uma: ou gostamos e somos totalmente sinceros ao dizer “estás maravilhosa!” ou então ficamo-nos pelo “tás gira!” que na mais pura das verdades significa “o que te passou pela cabeça?”.

Valeria a pena sermos totalmente sinceros nesta última situação? A meu ver, não. Afinal de contas, se a pessoa em questão cortou o cabelo daquela forma ou está a usar aquele vestido horrível, é porque gosta, porque se sente bem e, na minha opinião, não nos compete a nós destruirmos essa pequena felicidade que o novo corte ou vestido lhe conferem.

É uma mentira boa, ou apenas uma mentirinha. Chamem-lhe ‘omitir factos’, se preferirem.
A única certeza que tenho é que se por ventura o ser humano, da noite para o dia, dissesse apenas a verdade e nada mais que a verdade, deixaríamos meio mundo infeliz e, pior, furioso.

Arriscaríamos amizades ou o bom ambiente no trabalho. Quiçá perderíamos o emprego por dizermos ao Director que toda a gente sabe que o seu fabuloso cabelo, do qual não pára de se gabar, é na verdade uma peruca barata.

Claro está que não estou a afirmar que a sinceridade é algo mau, apenas encaro a sinceridade como algo que deve ser utilizado com moderação. Existem situações delicadas e importantes que merecem sinceridade total. Nessas circunstâncias sim, a sinceridade é a melhor opção por mais custosa que seja. Mas em situações banais onde a sinceridade apenas irá gerar infelicidade ou chatices, não vejo o porquê de não optar pela omissão de factos. Pois verdade seja dita, mentirinhas fazem parte de nós e do nosso dia-a-dia.

Mas isto é só a minha opinião.

foto: dark3ny

Não se esqueçam de participar

Queridos Leitores, não se esqueçam que o Passatempo Bacafuzadas III termina amanhã por volta das 20 horas. Vou tentar anunciar a vencedora (porque até agora apenas participaram mulheres) já amanhã. Estejam atentas!

Photobucket

Small Note 2

1- Decidi mudar o aspecto do meu blog. Queria algo diferente e acho que consegui. O que acham?

2- Estive a ler uns quantos artigos sobre experiências de venda por catálogos (Avon, Oriflame, etc). Não sei porquê mas uma parte de mim gostaria de se envolver neste negócio mas certamente não é pelo lucro mas pelo facto de ter algo para fazer e que está relacionado com cosmética, maquilhagem e, claro está, blogar! Mas não sei, tenho inúmeras dúvidas quanto a isto porque verdade seja dita, por mais seguidores que tenha, quantos estarão interessados em comprar? Já pedi opinião a uma blogguer que está na Avon, resta-me esperar pelo seu email de resposta e ainda pela vossa opinião (que conta muito).

Coisas Muito Estúpidas - Ramiro Repetente

Ramiro era repetente. Logo na quarta classe ficou com esse rótulo. A partir daí deixou de ser Ramiro Moutinho para ser Ramiro o repetente. Embora não gostasse muito dessa alcunha ela pegou e até os pais lhe chamavam isso. Uma vez disse aos pais que não queria ser chamado assim.

Como resposta teve direito a uma bofetada na cara e a mãe ainda lhe disse: Não fosses burro, não tivesses chumbado e ninguém te chamava isso meu malandro, meu baldas.
O Ramiro começou a cortar os pulsos e a vestir como um gótico. Mudou o nome do seu hi5 e do facebook de Ramiro Moutinho para Black Miro mas não pegou. Continuou a ser o Ramiro o repetente o que ainda o colocava numa situação mais negra e depressiva.

Entretanto começou a namorar com uma menina de raça negra chamada Jandira mas cujo nome no hi5 e facebook era Pretxinhah Gatah. Enquanto viveu o amor Ramiro foi feliz e não se importava que a namorada lhe chamasse repetente. A sua felicidade reflectiu-se também nos resultados escolares e pela primeira vez desde que andava na escola, no 2o período do 7o ano não teve nenhuma negativa.

Entretanto a Jandira começou a afastar-se porque conheceu um traficante de droga que por acaso era Presidente do Clube de Fãs do Rui Patrício. O namoro não durou muito mais tempo e Ramiro voltou a ser a reles alma espezinhada por todo o mundo e ainda mais algum.

Quando via jogos de futebol na televisão, toda a gente troçava dele dizendo “Essa jogada foi duvidosa, ó Ramiro põe a repetição que já és experiente nisso”. E Ramiro espumava de raiva, vomitava de tão nervoso estar e fazia xixi nas cuecas.

Quando completou a idade adulta decidiu que era hora de fazer alguma coisa: dirigiu-se ao registo civil e mudou o nome para Ramiro Repetente.

All you need is...One Man Destruction Show

Acabei de sair de um concerto intimista no Café Concerto de Vila Real: One Man Destruction Show.
Confesso que não conhecia o artista; hoje decidi ouvir um pouco do seu trabalho e conhecer um pouco da sua história antes de ir para o concerto. Fiquei impressionada mas melhor do que ouvir as suas músicas através desta máquina branca de ecrã reluzente que me permite aceder a mil e um mundos (o meu mac), é ver e ouvir ao vivo.


Como o próprio o nome indica, um único homem de figura caricata tocou 4 instrumentos e deu encanto ás melodias com uma voz que em muito me fez recordar o meu querido Jim Morrison. A sonoridade era rock com uma pitada de punk (isto segundo o artista com quem tive o prazer de conversar). Eu ficaria apenas pelo rock, mas sim, acabei por lhe dar razão no final. O punk estava por lá.

Um concerto diferente e bastante inusitado. Ainda não acredito na magnificência com que ele tocava
guitarra com uma baqueta na mão para introduzir o poder da bateria nas suas músicas. Uma gaita diatónica dava ar de sua graça e ainda uma pandeireta por lá se encontrava e esta fazia-se ouvir sempre que o pé do "One Man" assim pretendia.

No final do concerto, entrevistá-mo-lo para a Tribo, não sem antes trocar umas quantas palavras sobre o concerto e uma data de perguntas sobre as suas inspirações.

Disse-lhe que me soou a The Doors, e ele amavelmente respondeu "OOOHH, That's cool!", acrescentando que compreendia o porquê de eu gostar dos The Doors:

- They have great songs. And I understand. After all, Jim Morrison is sexy!

Comentou a cerveja portuguesa e o facto de ter pedido um bife e que ficou chocado com a data de comida que em Portugal servem.

- This bear is really nice. It's smooth and easy to drink...
- ... and to be drunk! - disse eu (tive que mandar a boquinha, afinal de contas ele já estava tocado).

- And the food here...I asked for a piece of meat and they bring me lots of rice, chips, salada...

...E mais uma data de coisas. O que interessa é que adorou cá estar (em Vila Real) pois adora o público europeu. Como ele disse, o público europeu em geral, com excepção do público inglês, é bastante comunicativo. Pelo menos nisto Portugal tem boa fama. Avé!

Um artista que não deixarei de ouvir novamente (infelizmente não tinha dinheiro comigo senão tinha certamente comprado um dos seus coloridos cd's que, de forma estranha, transportava num saco de plástico azul, o que mais fazia lembrar a merenda).

Aconselho vivamente. Não deixem de ouvir e partilhar.

Small Note

Estes dias têm sido demais. Ando cheia de coisas para fazer e ás vezes nem sei para que lado me virar. O que me vale é a motivação e o querer melhorar. Ontem a azafama foi tanta que me esqueci de me alimentar devidamente. Consequência? Quando estava a pedir o jantar com o meu namorado (o nosso pequeno mas bonito programinha de S. Valentim que saiu furado) senti-me super mal. Nunca me tinha sentido tão esquisita: deixei de ver (vi tudo branco) e os ruídos formaram um incómodo 'piiii' na minha cabeça. Só pensava "não podes desmaiar, não podes desmaiar". E com sorte tal não aconteceu. E eu que dizia que gostava de desmaiar um dia só para saber como era acordar depois do sucedido. Estive lá perto e não me agradou nada.

E por falar em desmaios, a semana passada uma rapariga desmaiou na secretaria da minha universidade. Fui a correr ajudá-la com mais uns colegas, e fizemos-lhe a posição lateral de segurança. Ainda dizem que os escuteiros são gays. Pois bem, foi nos escuteiros que aprendi primeiros socorros e isso ajudou alguém. O pior da situação é que o desmaio da rapariga não foi nada normal. Normalmente, devemos levantar a cabeça da pessoa desmaiada para que a língua não impeça a respiração, uma vez que os músculos, incluindo a língua, ficam totalmente relaxados e se não soubermos como colocar a vítima ela pode não conseguir respirar até à chegada da ambulância.
O estranho foi que ela teve uma espécie de ataque epiléptico: trincou a língua, não abria a boca tal era a força que fazia com o maxilar e até mordeu o dedo a um rapaz que tentou tirar-lhe a língua para fora, visto que ela não estava a conseguir respirar. Pois é, nunca se deve meter o dedo na boca de uma pessoa que está a ter um ataque assim. Nos cursos de primeiros socorros até nos ensinam uma dica: espetar um alfinete de ama na língua e puxá-la para fora, se bem que eu acho que nunca teria coragem para tal.
O que é certo é que nós, alunos, ajudá-mos alguém e não lhe quisemos espetar com água enquanto a rapariga estava no chão sem respirar, como queriam fazer as bem formadas senhoras da secretaria.
Ela lá acordou, com dores de cabeça por ter caído, e foi levada para o hospital. Foi um susto e tanto mas pelo menos consegui socorrer alguém com os meus poucos conhecimentos, que pelo que vi, são mais do que os conhecimentos de muita boa gente.

E amanhã já vai para o ar o primeiro programa da Tribo Tv. Não ficou como nós queríamos mas também temos pessoas que ainda estão a aprender e o importante é que demos todos o máximo.

Passatempo Bacafuzadas III

Como prometido, aqui está o Passatempo Bacafuzadas III. Tinha prometido fazer um passatempo todos os meses e não podia deixar de vos dar um miminho em Fevereiro.
Como vocês pediram, através de votação, um sorteio com acessórios andei à procura de um presente bonito e tenho a certeza que irão gostar.

Sem mais demoras, irei sortear este belíssimo colar, oferecido pela Michelle do blog O Baú da Mimi, a minha mais recente parceria. Neste cantinho poderão encontrar uma enorme variedade de acessórios e podem ainda personalizar um artigo. Será único, com certeza :)


Photobucket


Para participarem basta seguirem as seguintes regras (1 entrada):

- Serem seguidores deste blog
- Serem seguidores no Facebook
- Seguir o blog O Baú da Mimi
- Deixarem um comentário com o vosso nome, nome de seguidor, email e qual o artigo que mais gostaram no Baú da Mimi (deixem o link).

Entradas Extra:

- Divulgar este passatempo no vosso blog (+1 entrada)
- Divulgar o passatempo no Facebook (+ 1 entrada)
- Divulgar no Twitter (+ 1 entrada)


Caso divulguem o passatempo nos locais acima indicados coloquem os links no mesmo comentário.

O sorteio terminará no dia 28 de Fevereiro pelas 20horas

I'm The One - It Bloggers

Next Sunday I will participate in a Bloggers Meeting and it will be very close to my little village. I'm really excited to meet the faces behind the blogs I use to read.

If Barney Stinson was here he would say: It's Gonna Be Legen...wait for it...:Daaaary!!

The lovely Ivânia from Ivânia Diamond organized everything ...so Thank you so much dear.

Oh, and just a little secret: We will eat some cupcakes, yummy :)

Design por Joana Cardoso


Nada é realmente mais tentador e aprazível ou nosso olho no mundo da blogosfera do que chegar a um blogue novo (ou a qualquer outro que já conhecemos) e darmos de caras com um layout todo bonito, um sítio arranjadinho, com um header que nos faz ficar derretidas e um outro monte de coisas que desejávamos imenso ter no nosso blog. Enfim, o que vos quero dizer é que mesmo que não percebam nada de design, mesmo que tenham medo e queiram fugir quando vos falam de Photoshop ou programas similares, é bem mais fácil ter um blog fofinho e apresentável do que aquilo que vocês pensam. Por vezes nem precisam de imagens catitas, basta uma boa font (que podem ir buscar a sites gratuitos como dafont.com), uns minutos no Paint (ou outro programar parecido) e já acabaram de arranjar um header muito bonito para usarem no vosso blog. Tão simples quanto isso.


Photobucket
Ou ainda se não querem nada tão simples, mas ainda não estão preparados para se aventurar no Photoshop e preferem ficar-se por um programa mais simples usem as pequenas ferramentas e formas de pincéis que o Paint (não sei qual será o equivalente para os utilizadores de Mac) tem à vossa disposição. Pode não ser a coisa mais bonita do mundo, mas por vezes termos um blog simples, organizado e limpa faz com que nós mesmos e os nossos leitores se sintam bem e gostem do nosso espaço.


Photobucket

Podem sempre adicionar uma sidebar, uma coisa simples, com um tipo de letra simple, eu aconselho o Arial ou o Georgia, sendo um mais sofisticado e o outro mais requintado e vintage. Não precisam de encher o vosso blog com gatafunhadas, imagens desnecessárias e outras coisas que a meu ver nem sempre ficam bem e dão um asar super pesado aos blogs, mas claro cada um é livre de fazer a seu gosto.

Não se esqueçam e para quem não sabe, reparem que alguns tipos de letras não suportam acentos e outro tipo de pontuação, por isso estejam atentos!
Prometo voltar em breve e continuar esta nossa conversa, e começar a dar umas dicas para quem se gosta de aventurar no Photoshop (ou Gimp,já que este é software livre)."

Beijos!

Joana.

Update

Tenho imensa coisa para fazer e sem vontade alguma para começar. Odeio quando isto acontece muito sinceramente, porque apenas me leva a adiar e depois ter de fazer tudo em cima da hora e com o dobro da pressão.
Segunda-Feira é dia da primeira gravação da Tribo Urbana Tv e ainda não sei muito bem o que fazer com o guião, que ainda não escrevi.
Mas acredito que tudo correrá bem....Dedos cruzados :)
Vou apagar umas coisas, e juntá-las todas aqui. Isto para já não tem muita lógica, mas depois falo melhor sobre isto.

Giveaway - Chloe Marie Antoinete


E nada melhor do que um miminho destes para começar o mês. Não deixem de participar no passatempo que a Raquel está a fazer no seu blog :)

Powered by Blogger.