Enjoo com facilidade: no carro, nos carroceis, no autocarro. O segredo para que tal não aconteça é olhar em frente, ver o trajecto, fixar um ponto longínquo por vezes, e não pensar muito nisso,
Também a minha vida tem dado voltas e mais voltas. Começo a enjoar, não porque assim quis, muito menos porque pedi, mas porque simplesmente acontece. Resta-me olhar em frente e tentar ultrapassar isto.


(escrevi isto ontem e na altura decidi não postar. Mas hoje quis vir aqui dizer-vos que a minha ausência não será eterna, mas neste momento o blog não é prioridade, simplesmente porque não consigo dedicar-me a ele como tanto desejo. Não, não se resumo apenas a falta de tempo, mas também  a "coisas que acontecem". Não tenho tempo nem o estado de espírito mais adequado. Espero que compreendam e que assistam a um regresso diferente, que não tem data marcada, mas que espero ver acontecer em breve. Pelo menos, é isso que espero.)