Social icons

4.30.2011

A crise já me chateia

Tenho tantos trabalhos para fazer, tanta matéria para estudar, tantos apontamentos para pedir, tantas fotocópias para tirar...e vou parar por aqui senão começo a ficar deprimida.
E quando estou deprimida ponho-me a pensar naquilo que gostaria de ter. E a resposta é sempre a mesma: uma casa, um carro e um emprego. Isto porque de família, amigos e saúde estou bem servida e dinheiro só mesmo para ter uma vida estável. Se tivesse uma casita, um espaço meu para eu decorar como quiser, um carro para me aventurar (uma pão de forma, please!) e um emprego que me fizesse feliz, estava uma maravilha.
Mas aí a realidade atormenta-me!

Quantos de nós, jovens/estudantes irão ter tudo isso num futuro próximo? Poucos, e aos que tiverem desde já os meus parabéns porque significa que a sorte e/ou empenho deram frutos (quiçá mesmo uma boa cunha - e não estou a criticar pois hoje em dia bem é preciso).
Custa-me pensar no futuro e arranjar forças para ver algo razoável, nem digo bom, muito menos maravilhoso. Mas é difícil estar anos a estudar, a gastar dinheiro para algo que supostamente é importante e depois apenas existir um nada!

Acho que muitas pessoas, de outras gerações (mais velhas), apesar de perceberem que a crise está cá e só vai piorar, não percebem que nós, jovens, sofremos com tudo isto mais do que ninguém. Pelo menos eu sinto-me assim. Eu penso assim. O porquê é simples. Onde raio vamos nós buscar forças para meter a cabeça nos livros se isso já nem uma recompensa tem?

Nas praxes, é usual as típicas bocas sobre trabalhar em supermercados no futuro. Claro que irei fazer de tudo para não ter que trabalhar toda a vida num supermercado, mas sinceramente, da maneira como este país está, trabalhar numa caixa de supermercado ou na reposição já é bem bom. E eu cá não tenho vergonha pois na minha opinião todos teremos de passar por isso.
O que quero dizer com tudo isto é que os estudantes já quase nem sonhar podem, simplesmente porque não dá. Mas em tempos de crise pensamentos positivos, nem que seja só para sorrir ás vezes e esperar que tudo melhore com a vibe positiva das nossas mentes.

Casa, carro e emprego que me faça feliz...vocês, meus caros, terão de esperar. Talvez lá para os trinta e sem empréstimos!

1 comment

  1. ohh este ano está a ser tão dificil que nem sei se acabo o curso :D
    temos que ter fé minha amiga... (ter fé AHAH)

    ReplyDelete

Powered by Blogger.