Social icons

José Luís Cunha - Fotografia

Photobucket


José Luís Cunha é um jovem fotógrafo amador de Aveiro. Este é o primeiro parágrafo da sua apresentação no seu blog. Amador? Discordo. Talvez não seja o melhor fotografo do mundo mas amador não é a palavra certa para o descrever. Conheci o José Luís através de um comentário que o próprio me deixou numa das minhas fotos que se encontram na minha conta no site "Olhares".

Decidi conhecer o seu trabalho e foi então que me deparei com fotos bastante bonitas e originais.

Uma em particular captou a minha atenção pela sua naturalidade (a que aqui postei).
Comentei essa mesma foto no seu blog questionando-o quanto à técnica que utilizou.
Fiquei agradavelmente surpreendida com a sua disponibilidade e simpatia.
Por isso mesmo retribuo essa mesma simpatia divulgando, de forma simples, o seu trabalho.


Photoshoot

Vou começar a fazer photoshoots. Só preciso de instalar o photoshop no Macbook, ainda que raramente o use.
Tenho de pensar em temas e pessoas adequadas. Deixo aqui o aviso aos meus amigos. Acho que vou 'cravar' alguns :)

Pensar.

Pensava. Todos os dias ela pensava naquele determinado assunto, aquele mar de códigos complicados e difíceis de descodificar. Segundos, minutos, horas. Tudo isto passava velozmente, tal como o vento que batia na sua face, calmo e real. Água surgia, então, sob a forma de lágrimas, insípida como a questão central, aguada como toda aquela situação, descontrolada.
Disse-lhe que pensa demais. Talvez o melhor seja parar de pensar...

Photobucket

foto: http://tearsonthepiano.deviantart.com

Allison Harvard

Allison Harvard foi uma das muitas concorrentes do famosíssimo programa americano criado por Tyra Banks, "America's Next Top Model".
A Allison ficou em segundo lugar numa das inúmeras temporadas deste programa (se bem que na minha opinião devia ter ganho) e captou a atenção de Tyra com os seus enormes olhos azuis, tendo mesmo sido comparada à noiva do Chucky.
A verdade, é que a sua expressividade e os seus enormes olhos levaram-na à final.
Lembrei-me de falar nela por três razões distintas: primeiro porque a Tyra no programa de hoje falou das modelos do seu programa, segundo porque acho as suas fotos fenomenais e mereciam um lugarzinho no meu blog, e terceiro (e muito menos importante) porque à uns tempos atrás alguém me disse que era parecida com ela. Lembro-me que discordei mas foi um dos mais bonitos elogios que me podiam ter dado :)

Photobucket

Brand New Shoes

Photobucket

Guess What? Estes são meus... e só custaram 15 euros :)

I ♥ it

Photobucket


São simplesmente adoráveis. Que miminho ♥
vou ser obrigada a comprar estes e mais uns quantos :)

O Jardim

Photobucket

Abre a janela, sente o dia, fecha os olhos imaginando o sol; sai do quarto, desce as escadas, ou melhor, o corrimão, como em tempos fazia. Não toma o café da manhã nem sequer se dá ao trabalho de vestir algo mais apropriado. Imagina o mundo, tudo que nele se passa naquele exacto momento em todos os continentes.
Na América ainda é de noite, pensa.
Pega numa maçã, das encarnadas pois desde cedo diz não gostar do sabor das verdes; abre a porta principal com enorme brutalidade. Quer sair de casa, apenas isso.
O jardim permanece igual desde ontem, desde à dois, três, quatro dias; desde à dois, três, quatro anos. O banco vermelho já tem ferrugem, sinais do tempo, mas encontra-se no mesmo sítio: debaixo do Carvalho.
Corre até ele. Senta-se. Respira ofegantemente até se acalmar. Deita-se no banco, encostando os joelhos ao peito, envolvendo-os com os braços.
E rapidamente adormece. Ali os pesadelos não a atormentam.

foto: http://ollik.deviantart.com/

20 coisas que não sabem sobre mim.


Photobucket



- Adorava fazer as vozes de desenhos animados.
- Passo grande parte do ano de lenço de papel na mão, porque estou constipada ou com alergia.
- Já fui alérgica à luz solar que me deixava a pele toda irritada
- Adoro o Harry Potter (devorei filmes, jogos e livros).
- Estalo os dedos e o pescoço todos os dias, quase sempre de manhã.
- O meu primeiro "namorado a sério" é o Fábio. O resto nunca teve lá grande credibilidade/durabilidade.
- Quando uso manteiga em algo quase sempre tiro um pouco e como a seguir :)
- Detesto fazer a depilação. É quase uma obrigação. Rrrrr!
- Adorava ter o cabelo liso para fazer um corte que já à muito tenho em mente.
- Acredito que devia ter nascido nos anos 80.
- Quero fazer um piercing na sobrancelha
- Gosto de ver programas sobre operações plásticas. Os cortes, o sangue...nada disso me mete nojo. Acho que se fosse boa a matemática e a medicina me fascinasse esta era a área ideal.
- Nunca consigo detectar um fora de jogo (:
- Não gosto de matemática mas amava gostar
- No 9º ano estava indecisa entre seguir jornalismo ou design de interiores
- Gosto de desenhar (AMO MESMO) mas não tenho lá grande jeito, o que me entristece imenso.
- Gostava de mudar o meu segundo nome (Filipa) para Salsa, ou então acrescentar Salsa no nome.
- Um dos meus sonhos é viver a experiência de estar sem gravidade.
- Quando era pequena só via sereias à frente. Podem ver a Ariel em todos os meus desenhos do infantário.
- Sonho poder ter a oportunidade de dar a volta ao Mundo.

Acessorize ♥

Ontem fui à Acessorize e posso dizer que fiquei completamente apaixonada por...90% das coisas :)
Mas acrescento que não fiquei nada encantada com...80% dos preços :)
A sorte é que a loja agora está com promoções até 50% e isso deu-me a oportunidade de sair de sair de lá com um colarzinho mesmo giro que mais tarde vos mostro.

O pior mesmo foi que, no acto de pagamento, vi uns anéis mesmo giros e terei obrigatoriamente de lá voltar para os comprar.

Aqui deixo alguns dos artigos apaixonantes de uma das minhas lojas de eleição.




Photobucket

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Mal posso esperar por Novembro...


SETE MESES

...


Photobucket



I look deranged, They call me strange,

whatever it is, well I don't mind ♥
Só me apetece dizer palavrões visto que amanhã tenho de me levantar cedo para ir à missa da comunhão solene da minha prima. creeeedo!

"Eu dava xutos?"



Acho que devem realmente ver este vídeo. Já o tinha visto há um belo par de meses atrás mas hoje, enquanto viajava pelo youtube, voltou a aparecer-me à frente e mais uma vez chorei a rir com o "fã confuso" do vídeo que simplesmente questiona porque é que o David Fonseca deixou de tocar nos Xutos e Pontapés.
Oh dear god...

Ooh La

It's me and you against them

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Coco Rocha











ADORO a cor de cabelo da Coco Rocha ♥ I WANT IT!!

Parabéns David Gonçalves (:


porque mesmo que tenhas os pés mais abomináveis que já vi em toda a minha vida e uma única sapatilha tua aloje os meus dois pés e ainda que saibas de cor os nomes dos vídeos mais engraçados do youtube continuas a ser o nosso David-chéri :)
Muitos parabéns. Kiss Kiss.

Vídeo David Fonseca no Coliseu do Porto

Ora, como prometido, aqui está o vídeo que fiz com as mini-gravações que fiz durante o meu dia como assistente do David Fonseca no Coliseu do Porto. Alguns vídeos estão com má qualidade mas até se percebe bem. Espero que gostem :)


How cool is that?

Andava a vaguear por um dos muitos blogs de moda que sigo atentamente e dei de caras com estes magníficos, super-divertidos e mega originais óculos de sol.

Photobucket

Photobucket

Os primeiros são da Ann-Sofie Back e os segundos do Alexander Tasou.
Os segundos fazem-me lembrar imenso o Johnny Depp e amava ter os primeiros ♥
Sabem aquele passatempo da Super Bock em que o o vencedor tem como prémio um concerto do David Fonseca na sua própria casa?
Estava aqui a questionar-me porque também não há este passatempo com outras bandas, por exemplo os Sean Riley and the Slowriders ou os Quem é o Bob?

Não me importava nada :)

Parabéns . . .

Parabéns 'Boss' (: e obrigada pelo videoclip, pelo dia no coliseu, pelas risadas, por dizeres à minha mãe que eu estava toda molhada em Vila Real e fiquei sujeita a apanhar uma constipação e por conseguires aturar a minha hiperactividade e alinhares nas minhas conversas inusitadas.

Some Summer Outfits


Criei alguns outfits basicamente só com roupa da H&M. Tem algumas peças de outras lojas mas existem todas em Portugal e todas elas em Braga (beneficiei-me).
Outfits fáceis e versáteis para todos os gostos e feitios. Como ando sem nada para fazer tive de me entreter certo? :)

Look 1 - Summer Festivals - H&M

Photobucket

Look 2 - Girly - H&M
Photobucket

Look 3 - Casual Chic - H&M
Photobucket
Look 4 - Urban - H&M
Photobucket

Look 5 - Sweet Rebel - H&M e sapatos Zara
Photobucket

Look 6 - Fantasie - H&M
Photobucket

Look 7 - Casual -H&M, meias Asos e lenço Bershka
Photobucket

H&M Dress

Estou completamente apaixonada por este vestido. Se o virem em alguma H&M do país, por favor, avisem-me porque nas de Braga ainda não tinha :/

David Fonseca no Coliseu do Porto - parte 3

Antes do Concerto:

Aproximava-se a hora do concerto. Fomos para um dos camarotes laterais para ver como se via mas acabamos por não ficar lá. A Isabel decidiu ir para o centro, mesmo à frente do palco, pois lá se encontrava o pessoal do fórum do David Fonseca. Eu preferi apreciar o concerto mais no meio. Fiquei sozinha durante o concerto? Não. Conheci um pessoal de uma forma esquisita durante o concerto e vi-o junto a eles, enquanto dançávamos em sintonia. Foi mesmo divertido. Claro está que também aproveitava sozinha por vezes. É sempre bom. Eu pelo menos adoro.
Estava eu a apreciar as pessoas que me rodeavam quando oiço a música dos Queen que marca o início de cada concerto do David nesta tour.

O Concerto:
A voz do David soava na sala e a multidão aplaudia, eufórica.

"I want to break free. I want to break, break, freeeeeeee". Até consigo ouvir a voz do David na minha cabeça.

Começa o concerto com a música "Walk Away When You're Winning" enquanto a cortina semi-transparente que se encontrava a tapar o palco cai, em sintonia com a música. Foi lindo!
De seguida, "Owner Of Her Heart" com direito a um saxofonista.
O concerto ainda mal começou mas o público já delira. É mesmo giro apreciar as pessoas durante o concerto. Se nunca o fizeram aconselho vivamente.
O David entra na cabine telefónica bem ao estilo de Clark Kent e começa a cantar "Everybody's Got to Learn Sometime" dos The Korgis, somente como introdução à música "A Cry 4 Love". Adoro esta música principalmente devido às boas recordações que me traz do dia da gravação do videoclip. É o elo de ligação entre todos os que lá estiveram e acho que tal como eu, pensam nesse dia quando a ouvem.

Começa a soar a "Morning Tide" que sem dúvida alguma dá vontade de dançar até à pessoa mais enfadonha do planeta. E eu aí dancei, dancei, dancei não por ser enfadonha, claro, mas porque a sonoridade desta música é mesmo convidativa e parece que não consigo controlar o corpo. Este ganha vida própria.

De seguida, "Kiss Me, oh Kiss Me". Pensei imediatamente no Fábio, o meu namorado. Não pelo nome da música mas sim porque é das poucas que ele cantarola lá em casa :)

"Time After Time" a introduzir da melhor forma a "Someone That Cannot Love" e logo a seguir "Gelado de Verão" dos Humanos, música que a minha mãe adorava ouvir nos concertos do Sr. David. Foi um belo regresso ao passado, sem dúvida alguma.
Um dos pontos altos deu-se depois da música em português: "Our Hearts Will Beat as One", uma das minhas músicas preferidas do Sr. David devido aos ritmos frenéticos.

Entramos novamente na máquina do tempo O David começa a dizer que vai cantar uma música que o marcou muito em 1998, uma música que faz parte da vida dele desde essa altura e começa a tocar os acordes da "Borrow" dos Silence 4. Ora, quem já viu sabe que não é essa música que vai cantar e aprecia a reacção daqueles que nunca viram, que ficam eufóricos por pensarem que vão ouvir a "Borrow".
Mas a verdade, é que ao som dos acordes da "Borrow", o David canta, nada mais nada menos que a música "The Roof is on Fire". Tudo se ri, é inevitável.
Esta música introduz a "Stop 4 a Minute", música com um vídeo inusitado que acompanhou o vídeo com o qual ganhei a oportunidade de ser assistente neste mesmo concerto.
O David saiu do palco e dirigiu-se à bancada do lado esquerdo. Apoiou o pé numa das 'escadas' da bancada, mesmo ao lado de uma senhora já de certa idade e de uma menina pequenita. Ri-me imenso. Ele a fazer os seus gestos frenéticos muito à rock'n'roll para aquela senhora que ficou aparentemente envergonhada quando as luzes a focaram :)
Foi mais um dos pontos altos, sem dúvida.

Segue-se a música " "There's Nothing Wrong With Us" e logo após esta ter terminado começa a já famosa história do famoso senhor de gabardina com os relógios pendurados no interior da mesma, que tem os relogios todos nas 6h e pouco, que abre a boca e lhe saiu um prédio de 10...40...80...150 andares, e por aí fora. No cimo desse mesmo prédio, um menino começa a assobiar, dando-se deste modo a ligação com a música seguinte, a "Superstars".

Logo após, um dos momentos mais esperados da noite por mim e pela Isabel que éramos as únicas, além da equipa do David e do próprio David, que sabiam que duas músicas seriam cantadas pelo David e pelo seu convidado especial, o "Sean Riley".
Juntos cantaram "Handle With Care" e ainda uma música dos Sean Riley and the Slowriders, curiosamente uma das minhas preferidas, "Houses & Wives". Liguei à minha amiga Lau para que ela pudesse desfrutar um bocadinho daquela magnífica união de vozes numa daquelas que também é uma das suas músicas preferidas dos Sean Riley.
O Afonso sai do palco e o David prossegue com o concerto.

É então que o David pede, primeiro às mulheres e depois aos homens, para fazerem barulho de modo a distinguir qual o sexo mais forte no concerto. As mulheres ganham e a recompensa foi bem apetecível. Uma música dedicada a nós. Nada mais nada menos que a tão conhecida música "Girls Just Wanna Have Fun".
Foi mesmo bem interpretada. Uma versão bem animada e com segundas vozes a complementar. Lindo!

Foi aí que começaram a "chover" papelinhos coloridos, o que deu um ambiente ainda mais de festa à coisa.
A música que se seguiu é também uma das minhas preferidas. Estou pois claro a falar da "The 80's". Dancei, pulei, cantei, sorri, enfim, fiz um número infinito de coisas.

Quando esta acabou, "It's Just a Dream" invadiu o Coliseu do Porto. Esta era a nossa deixa (minha e da Isabel) para abandonar a plateia e ir para o backstage, como tinha ficado combinado. Entretanto a banda do David saiu do palco deixando-o lá, sozinho, mas nada triste por sinal (:


Novamente no backstage:

Cheguei primeiro que a Isabel e fui para junto da Ticha apreciar a parte de trás do David (ahah isto até soa mal. Estou a falar da sua total figura de costas :D) ao som da "Angel Song". Entretanto a Isabel juntou-se a nós.

Quando acaba a actuação, o David pede que mais 6 David's se juntem a ele para juntos tocarem a "U Know Who I Am". De facto, eles juntaram-se a ele, mas mudos.
No backstage era possível ouvir o senhor que controlava o som dizer: "Não há som! Não há som! Porque é que não há som?" seguido de "Vê se isto e aquilo e mais não sei o quê estão bem ligados".

Surge a Ticha a correr reforçando a ideia de que o som não estava a funcionar. Instalou-se a confusão e enquanto isso o David controlou bem a situação. Começou por apresentar mais uma ou duas vezes os David's, mas como estes insistiam em não falar a solução foi mesmo prosseguir com o espectáculo enquanto o público o ajudava a cantar.
O público teve a brilhante iniciativa de acender as luzes dos seus telemóveis e acenderem isqueiros, o que criou um ambiente mesmo bonito durante toda a música. Incrível.
Terminada a música, a banda junta-se novamente ao David e juntos fazem soar a "This One's so Differente", umas das minhas preferidas deste novo albúm.

Quando esta estava quase a terminar fomos para o corredor com a Ticha e a Natália para nos preparamos para pintar a zonha dos olhos do David e dos elementos da banda, bem ao estilo do videoclip da "Stop 4 a Minute", para o 2º encore.

Foi um dos momentos cómicos da noite. Eu e a Isabel mergulhamos a esponjinha que nos deram na tinta preta. Mais parecia graxa pois mal entrava em contacto com a pela não havia modo de sair sem sujar tudo.

"E se ficar tudo torto? E se o sujar? Oh meu deus não posso ser a responsável pela má figura de qualquer um deles". Foram mais ou menos estes os 'stresses' que eu e a Isabel partilhávamos uma com outra, entre gargalhadas e mais gargalhadas

"Eu pinto o David. Vocês pintam o primeiro que vos aparecer à frente, ok?". Foram estas as palavras da Natália. Eu queria tanto pintar o Simões tudo porque nunca falei muito com ele. Assim sempre era uma desculpa :)
A música acabou e o David e a banda entram a correr. Parecia que o Coliseu estava a arder e tinhamos de sair todos pelas traseiras.
Procurei chegar ao Simões mas quando estava mesmo a chegar aparece a Ticha e pimba, rouba-me o homem. Ao lado estava o Fiél. Ia pintá-lo mas apareceu mais alguém já com a esponja pronta.

"Eu estou livre, quem falta ser pintado?", gritei.
"Pinta-me a mim, pinta-me a mim", disse o Paulo Pereira, o teclista.
Comecei a pintá-lo enquanto dizia "Se ficares mal desculpa, se ficar mal não me batas" e ele dó dizia "vai ficar bem não te preocupes".
E ficou Ficou bem mas ele no último minuto, ao levantar-se, tocou com a ponta do nariz na minha esponja. HAHA uma pinta preta no nariz. Lá tentei tirar aquilo mas ainda ficou meio manchado. A sorte é que quase nem se notava de perto por isso em palco ninguém ia notar muito. Graças a Deus.
Dirigiram-se à salinha onde eu e a Isabel tínhamos guardado as coisas e vestiram os fatos, uns roupões de pugilista basicamente.
Entraram em palco e nós regressamos para a plateia pois seria a melhor parte do concerto.

(continua)

David Fonseca no Coliseu do Porto - parte 2

Pois é...já passou imenso tempo mas a minha vida não andou nada facilitada nos últimos tempos. Por vezes consigo odiar a universidade.
Para se contextualizarem talvez seja melhor ler ou reler a parte I

Durante o jantar:

Sentei-me junto a um senhor dos Mariachi mesmo simpático. Bem todos eles eram mas dois, os que estavam mais perto de mim, eram os que mais se destacavam. Não me lembro dos nomes deles. Só sei que o que se encontrava ao meu lado direito era mesmo querido e disse que adorava o meu nome, e ou muito me engano acrescentou que queria ter dado o meu nome a uma das suas filhas.
Há minha frente estava um outro elementos Mariachi que era a comédia em pessoa. Falou das suas aulas de culinária, do preço exorbitante do bom material para confeccionar sushi e ainda nos deu umas dicas sobre culinária.
No lado oposto da mesa, o Afonso dos Sean Riley falava com um dos elementos mais novos dos Mariachi. E sobre o quê? Telemóveis. Cada um deles tinha na sua mão o seu telemóvel particular, enorme e topo de gama, lá está. O Afonso dizia que o seu não dava problemas nenhum e era bastante funcional. Já o outro senhor dizia que o seu só era bom para chamadas pois para mensagens zero, não dava jeito nenhum escrever.
O Afonso ria-se, e eu ria-me discretamente do riso dele, muito engraçado por sinal. Tive pena de me ter acanhado e não ter falado um bocadinho com ele sendo ele elemento de uma das minhas bandas preferidas. Fica para a próxima.

Após o jantar:

Após a sobremesa, O David saiu da sua mesa e dirigiu-se a nós. Co locou a mão na cadeira livre, que se encontrava à esquerda da Isabel, e enquanto se sentava perguntou porque estavamos tão animados uma vez que a nossa mesa era a risota total tudo devido ao elemento cómico dos Mariachi, claro!
Conversa puxa conversa e o tema "terror" impôs-se. Não falamos de fantasmas ou da vida após a morte. Tão pouco fui eu ou a Isabel que puxamos assunto.
O David começou por perguntar se já tinhamos visto um filme de terror chamado "Paranormal Activity". Nenhuma de nós tinha visto e como tal quando ele perguntou nenhuma de nós se lembrava muito bem de que filme falava. Só quando começou a resumir é que percebemos de que filme se tratava. Bem, resumir não é bem a palavra a aplicar visto que o David se emocionou de tal modo que contou, de forma bem empolgada, o filme quase todo. Ok, também estou a exagera. Foi um meio termo.

Disse-nos que viu o filme em casa, com os headphones nos ouvidos, volume no máximo, luzes apagadas e com uma enorme tempestade na rua.
Não consegui controlar a gargalhada. Imaginem o David Fonseca sozinho a ver o filme neste cenário e de óculos 'ray-ban nerd'. Isso sim, se fosse bem aproveitado dava um belo filme. Até consigo imaginar as diversas expressões faciais que fez durante o filme ahah.
A verdade é que fiquei com imensa curiosidade em ver o filme mas com a falta de tempo que se gerou na minha vida depois deste dia ainda não tive oportunidade.
De seguida, falamos das semánicas académicas, em particular da Queima de Vila Real pois só faltavam duas semanas.
"É já para a semana?" disse o David. "Não David, daqui a duas", respondi.
"Ah...bem me parecia. Sabes que eu só sei dos concertos basicamente na altura de ir para o local ensaiar. Quem sabe isso tudo é a Ticha, não eu".
Tive um flashback e imaginei a pose quase maternal da Ticha quando chamou os 'meninos' para jantar e perguntou se o Fiél já tinha tomado banho. É mesmo a 'mãezinha' deles todos.
De repente, no meio da conversa, a Isabel disse alguma coisa e o David lembrou-se que tinha de ir fazer não sei bem o quê. Sempre distraído, é impressionante.
O David 'fugiu' de nós, portanto continuamos a conversa com os Mariachi. Foi então que a Isabel, depois de eles terem dito que tinham deito a apresentação do DVD na Fnac em 2008, perguntou "Mas esses da Fnac não falavam espanhol?"
Pois bem, eram ele e não, não eram espanhóis. O 'comediante' é que mandava umas postas em espanhol para ter mais piada. Risota total, uma vez mais.

Depois de tudo isto, chegámos à conclusão que já não estávamos a fazer muita coisa naquela salinha. Decidimos ir novamente para o backstage, não sem antes fazer o que as mulheres fazem: ir à casa de banho juntas haha.


No Backstage:

Quando regressamos ao backstage, já muita gente se encontrava na plateia.

Depois de termos feito o que havia a fazer na casa de banho fomos para o interior do Coliseu.Já junto ao palco via que tinha chegado muita gente à plateia e não paravam de chegar.
Boa música soava, as pessoas estavam irrequietas e eu e a Isabel tentávamos decidir onde iríamos assistir ao concerto. as opções eram muitas: plateia, backstage ou camarotes laterais.
Optámos pela plateia e foi a melhor opção de todas.
Enquanto o concerto não começava, falamos com o Rui Preto que enquanto afinava a guitarra do Fiél dizia que já trabalha para o David Fonseca desde os tempos dos Silence 4.

Fomos pousar os casacos na sala onde estavam as nossas coisitas e no regresso parámos para falar com o David. Foi aí que a Isabel recebeu uma chamada, de uma familiar acho eu, e passou o telemóvel ao David para que falasse com ela. Deve ter sido um dos melhores dias da vida dela, suponho :) Conseguia ouvir "felicidade" do outro lado da linha, pelo menos. Pudera, não é todos os dias que falamos com o David Fonseca ao telemóvel.

(continua)
Ena, está a dar Romeu e Julieta no canal Fox.
Já não via este filme desde 1999, mais ou menos por volta dessa altura. Só Deus sabe o quanto me custou ver novamente o Leonardo DiCaprio morrer no final. Já no Titanic a morte foi pela estupidez da má divisão do espaço existente sobre a porta. Neste morre porque a carta não chega a tempo. E eu sofria porque gostava imenso dele e até coleccionava cromos. Não vi "A Praia" porque disseram que não podia ver. Depois deixei de gostar do DiCaprio. Thanks God!

Passatempo ACDC

Photobucket
"Olá, eu sou o André Ari e ofereço o meu corpinho, só ossinhos vá lá, em troca de votos na minha foto no site da Myway" :)
OBVIAMENTE que estou a gozar com a situação. Agora a sério...
O nome dele é Ari e não, não e vendedor de tapetes nem tem origens árabes :)
Não vou dizer que ele é boa pessoa ou coisa do género. Apenas direi que é interessante, culto, inteligente e que canta muito bem.
Sim, estou a tentar que se o achem boa pessoa, porque de facto é, pois assim será muito mais fácil lembrarem-se do que vos vou pedir a seguir.
O Ari, além de todas as coisas positivas que atrás mencionei, tem um bom gosto musical e entre as suas bandas de eleição encontram-se os ACDC.
Como sabem, e se não sabem ficam a saber, os ACDC vão actuar em Paris e o site da Myway criou um concurso. O objectivo era enviar uma foto com o espírito rock'n'roll. As mais votadas no facebook passariam para o site oficial e aí, consonante o número de votos, seria escolhido o vencedor.
Ou seja, depende de nós a ida do Ari a Paris para ver os ACDC. E cabe a nós votar, votar, votar sem cessar para que o seu sonho se realize. Ñão custa nada. Apenas têm de ir ao site da Myway, registarem-se, efectuarem o login e votarem na foto do Ari que é esta aqui:
Photobucket
Têm direito a três votos por dia...e votem três vezes na do Ari se faz favor :)
O site é este aqui
Obrigada :)

"Beauty around the World"

Photobucket


Desde sempre que adoro apreciar a beleza natural das pessoas e gosto imenso dos traços das pessoas asiáticas, principalmente das mulheres.
Acordei a pensar que já eram 16h mas afinal só eram 10h30. Liguei a tv e estava a dar o programa da Oprah. O tema de hoje é "Beauty around the world". Acaba de dar uma reportagem onde duas chinesas foram ao cirurgião plástico aumentar os olhos para se assemelharem ao povo ocidental. Entraram e saíram, tão rápido como pedir comida num restaurante de fast food. E imaginem só. Apenas pagaram 300 dólares, o que não é nada caro comparando com o preço da mesma intervenção cirúrgica nos EUA (3 mil dólares).
De seguida, uma outra reportagem, ainda na China, sobre a cirurgia de crescimento. são milhares de pessoas que todos os anos fazem esta cirurgia onde APENAS cortam a perna , criam um espaço entre os dois ossos que se uniam no joelho, colocam uma ferramenta metálica designada braçadeira no exterior de cada perna, fecham a perna e as pessoas ficam 6 meses sem fazer nada somente para crescerem 4 ou 5 centímetros.
Mas num país onde nos anúncios de emprego especificam a medida média que o candidato deve ter, as pessoas diz que o sofrimento vale bem a pena.
A segunda reportagem foi intensa e de certo modo chocante, mas a primeira tocou-me mais pois os olhos do povo chinês, na minha opinião, são mesmo bonitos e sensuais. Para quê torná-los iguais aos da Barbie? Será que querem ficar como a Navegante da Lua, com aqueles olhos super exagerados?
Não sou contra as mudanças pois também eu gosto de mudar o corte e cor do cabelo ás vezes, por exemplo. E não, não sou contra a cirurgia plástica. Mas ver aquelas duas mulheres mesmo bonitas entrarem na sala cirúrgica e estragarem o que de mais bonito tinham incomodou-me um bocadinho.
Mudem, mas não estraguem a vossa beleza natural por favor!

Jean Pierre Blog

Photobucket


Pieter Jan Boterhoek é o seu nome verdadeiro mas para mim é Jean Pierre.
Com apenas 19 anos, Pieter Boterhoek é o criador do blog Jean Pierre , blog este que eu sigo com bastante atenção devido à arte simples mas incrívelmente efeitiçante deste designer gráfico holandês.

Além de fotos belíssimas, podem encontrar artigos feitos pelo próprio "Jean Pierre", como por exemplo malas, e ainda diversos "outfits".

Visitem-no aqui (link)

Concerto BB King

Photobucket


No dia 29 de Maio, por volta das 11 da manhã, já eu, o Fábio, Ari, Rock e o meu primo Pedro estavamos no recinto onde se iria realizar um dos melhores, se não o melhor, concerto do ano, ainda por cima a custo zero.

O parque da Vila de Sabrosa, ao contrário do que imaginámos, estava literalmente vazio. De um lado, os técnicos encarregues pelos dois palcos que lá estavam. Do outro, nós os cinco, sentados numa escadaria com a guitarra e um farnel bem abonado.

O sol estava infernal e mudámos de local. Um coreto foi o sítio escolhido para passar a tarde, novamente na companhia do farnel, da melodia da guitarra, tocada pelo meu primo, e da bela voz do Ari.

Aquele ambiente e debaixo de sombra formaram as condições mais que perfeitas para a minha soneca do dia. Bem, até acabaram por ser duas.
Fim de tarde. Fomos novamente para o recinto e eu tive a bela ideia de comermos gelados. Claro que quem tem boas ideias também acaba por se lixar e lá tive que ir buscar gelados para toda a gente, na companhia do Rock que foi a única alma caridosa que se ofereceu para vir comigo.

Calipo, Magnum e Rol foram as escolhas. Após adoçar a boca fomos invadidos pelo rufar dos tambores e dois cabeçudos. Logo a seguir, inciou-se um concerto de blues no palco secundário.

21.45h - já estavamos a roer as unhas para que BB King entrasse em palco. Mas em vez disso, um apresentador muito melga, que já viera inúmeras vezes interromper boa música que soava durante o período de espera, insistiu em aparecer.

22h - o concerto mais pontual a que já assisti. Eram dez da noite em ponto e a banda do rei do blues já se encontrava em palco. Logo de seguida, entrou BB King, o 'velhote' mais engraçado e carismático que já vi.

Ele abanava a gordurinha sentado, provocava lutas sonoras com o baterista (ele fazia uma sequência de sons que o baterista tinha de conseguir imitar), atirava palhetas, dizia umas piaditas e fazia umas quantas brincadeiras , como por exemplo dar beijinhos irritantes no micro para imitar os namorados a quem ele dirigia as músicas mais românticas.

Incrível. Único, Fenomenal. Inexplicavel. Foi isto e muito mais. Acabou o concerto e eu só pedia mais, e mais, e mais. Obviamente que o rei do blues não iria voltar depois da sua saída em palco, ao contrário da maior parte dos artistas que cedem ao "só mais uma".

Ouvi inúmeras vezes "I love you" e "You are the best". Graças a Deus que ninguém teve a infeliz ideia de dizer "I wanna fuck with you" ou "make me a baby".Agora que penso nisto, até acho que ouvi a segunda :)
Mas também, se eu fosse uma idosa jeitosa de 85 anos não me importava nada de o dizer também. ahah.

Só me arrependo de duas coisas: não ter levado máquina e não ter estado junto ao Fábio durante o concerto. Mas a companhia do meu primo também não foi má :)
Devo ainda dizer que amei ver o Ari vibrar ao som do BB King no BB King. Perceberam? Se não, passo a explicar. O presidente da Câmara de Sabrosa, que discursou quando o BB King entrou em palco, entregou a "Key of the Municipal" - isto foram as suas palavras - ao rei do blues e disse que a partir daquele dia o parque de Sabrosa, onde decorreu o concerto, se chamaria "BB King parque".

O King parece ter gostado, mas aposto que preferiu a garrafa de Porto que tem décadas. Eu preferia.

Após o concerto, fogo de artíficio e uma enooooooorme (sim, foi mesmo enoooooooorme) fila de regresso a casa. Na minha opinião, as 20 mil pessoas que lá estavam pensavam que ninguém iria sair mais cedo, tal como nós.


Relembrem ou então chorem e rooam-se de inveja por eu ter lá estado :)

Jungle 81



Aqui está uma das 13 curtas-metragens incluídas no DVD da Rita Redshoes.
A música escolhida chama-se "Jungle 81" e a realização da curta ficou a cargo do conhecido artista português, David Fonseca.

Captain of My Soul




Rita Redshoes, a famosa cantora portuguesa conhecida pelos seus sapatos encarnados está de volta com um novo álbum. Depois do sucesso do seu albúm de estreia, "Golden Era", chegou a altura de a cantora brilhar com "Lights & Darks".

A data escolhida para o lançamento foi 14 de Junho, mas o single "Captain of My Soul" já pode ser ouvido nas rádios.

Juntamente com o álbumserá lançado um DVD com 13 curtas-metragens inspiradas pelas músicas de Rita Redshoes. Estas foram criadas por diversos artistas, entre os quais David Fonseca, Paulo Furtado, Unit Collective, Joana Faria, João Pedro Moreira e a própria Rita Redshoes.

Trains



E depois de ouvir esta música maravilhosa, nada melhor do que ver o Project Runway Canada. Até amanhã *
postei simplesmente porque gostei. ♥
Acabo de dar uma enorme vista de olhos ás fotos do ano passado e parei numa pasta chamada "Jantar de Curso - Semana do Caloiro 2008/2009".
Sim, foi o meu primeiro jantar de curso mas não o recordo por ter sido o primeiro e por isso mesmo ter sido especial.
Foto após foto fui pensando em como tudo mudou. Principalmente as pessoas. Sinceramente, tenho saudades do 'início' onde todos nos entendíamos, tirávamos montes de fotos juntos, saíamos todas as quartas e sempre que havia festa de curso estávamos lá todos, numa grande roda, a falar e rir, a dançar e pular.
Recordei ainda algumas noites onde cantávamos "Because we are your friends, You'll never be alone again..." com enorme vontade, pois era uma verdade: éramos todos amigos, uns mais que outros, mas amigos.
Hoje nem tudo é assim por diversos motivos. Deixamos de ter tanto tempo para sair, não somos todos da mesma turma, não temos o mesmo horário, não almoçamos todos no complexo pedagógico como antes. Não ficámos imenso tempo a torrar no pátio do complexo, não estamos no pioledo todos juntos, não vamos todos os Domingos ao Karaoke. Afastámo-nos porque quisemos e pior ainda, algumas pessoas chatearam-se e nem sequer sei o real motivo.

Era bem melhor quando éramos caloiros, quando cada um era um apoio para o outro. Quando falávamos dos nossos gostos com um sorriso no rosto sem corrermos o risco de dizerem que copiámos alguém.

Apenas gostaria de dizer que há coisas que nunca mudam.
Mas mudaram...e estas fotos já não são uma realidade em muitos aspectos.

Powered by Blogger.