Social icons

12.05.2009

David Fonseca - Vila Real


No passado dia 28 de Novembro assisti ao concerto do David em Vila Real. Antes de o espectáculo começar decidi levantar dinheiro para comprar o Fan Pack. Foi aí que percebi que me tinha esquecido do cartão multibanco nas caixas automáticas do Jumbo. Para piorar tudo não me deixaram assistir à primeira música tudo porque tinha saído da sala e só podia voltar a entrar quando a canção terminasse. E nesses 3 minutinhos meti conversa com o senhor que vende os artigos 'david-fonsecanos'. Zé, foi como se apresentou. Bastante simpático devo dizer, isto porque me ofereceu uma camisola que segundo ele tinha defeito. Parece que um buraquinho feito por uma traça é defeito ainda que seja quase invisível.
Depois disto tudo melhorou. Casa cheia, bilhetes esgotados em pouco tempo, público entusiasmado e um palco onde a magia pairava no ar. As músicas do novo álbum, Between Waves, são, a meu ver, bastante agradáveis. Mas eu sou suspeita a falar de David ainda que saiba distinguir o bom do mau.
O relógio foi percorrido pelos ponteiros a uma velocidade relâmpago. Os últimos aplausos soaram e o David abandonou o palco.
Pensei "É agora que o vou entrevistar" e nenhum nervosismo surgiu. Estava entusiasmada, apenas.
A má notícia surgiu. O David estava a ficar com problemas na voz e isso fez-se notar durante o concerto. E foi este o motivo que o impediu de falar com os fãs e jornalistas.
Mas pensam que me ia dar por vencida? Na na ni na na...
Eu e os meus colegas procuramos informar-nos quanto à localização do backstage e quando lá chegamos, abrimos a porta, subimos as escadas e sem autorização entrei numa pequena sala onde a equipa se encontrava reunida.
"Boa noite! Então, está tudo bem?", disse. Obviamente que as risadas e palavras amáveis começaram a bombardear-me.


Perguntei onde estava 'o meu homem' pois não o vi nessa mesma sala. Eis que surge o David, de camisola bem quente, óculos e cachecol ao pescoço, e me dá um enorme abraço.
"Daniela, há tanto tempo. Dá-me mas é um abraço."
E entre conversas inusitadas e comentários bastante cómicos lá pedi autorização para fazer a entrevista. O 'sim' foi imediato ainda que a assistente, a minha querida Ticha, tenha ficado reticente. Mas sabem como é, a minha carinha de anjo faz milagres.
A entrevista foi indescritível. Eu estava super à vontade e acho que me safei mesmo muito bem. A parte cómica da situação foi o facto de eu e o David estarmos quase afónicos. Comparo essa cena à publicidade da vodafone onde dois roucos falavam. Lin-do!
Claro que tive direito a fotos, piadinhas e ainda a um vídeo do David onde aconselha o meu blog. Avisei ainda que daqui a um ano o meu currículo estará nas mãos dele para ser sua R.P. A isto o David apenas respondeu "Olha que uma RP faz tudo" e a minha resposta foi motivo de gargalhadas: "Eu faço tudo...apanho toalhas do chão e até te limpo o suor!"
Ah, e devo ainda dizer que gostei de saber que o Paulo, o teclista, me viu durante a Semana do Caloiro enquanto estava no palco a actuar com os 'Quem é o Bob?' e ainda do facto de ele ter dito sim quando lhe pedi para me ensinar a tocar piano para posteriormente entrar na banda.

Agora, apenas resta esperar que a entrevista seja publicada para a poder postar.

5 comments

  1. que lindo +.+ adoro david fonseca :)

    ReplyDelete
  2. vi-o ontem na fnac do via catarina :)gosto muito do david fonseca. e as coisas que aqui escreves são mesmo bonitas *

    ReplyDelete
  3. olha a mulher que não me queria sentada em cima da coluna xb

    ReplyDelete
  4. Oh que sonho! Eu tenho estado a perseguilo pelos showcases da fnac no Porto e cada um é melhor que o outro ^.^
    beijinho

    ReplyDelete
  5. Fiquei maravilhada a ler o teu blog.
    Já deu para perceber que és uma fã do David cheia de sorte! Eu tive o prazer de o conhecer num dos showcases pelas fnacs e é sem dúvida uma pessoa espectacular, a juntar ao facto de ser um dos melhores músicos portugueses de sempre!

    Muitos parabéns pelo blog!

    Beijinhos*

    ReplyDelete

Powered by Blogger.