É completamente impossível estar longe do meu bacafuzadas, mas confesso que hoje não estava nada inspirada para divagar apesar da vontade ser imensa. Mas um tema lá surgiu, quase por mim implorado, mas isso já é outro assunto.
Não acredito que já estamos no final do Verão. É surreal pois parece que foi ontem que estava na paragem em Vila Real juntamente com outros estudantes famintos por férias, a ver as malas amontoarem-se, enquanto suplicava ao motorista que permitisse levar o Óscar na parte de baixo do autocarro pois na mala estava muito calor e o bichinho podia morrer.
Depois desse dia o tempo passou a correr. Os planos eram muitos, a vontade de os realizar também, mas havia sempre impedimentos. Estava a ver Paredes de Coura um pouco longe, mas nada me fazia desistir de ir. Surgiu o Luís e com ele Paredes. Dias após, a Laura juntou-se à festa.
Cafézinho no 'local do costume', com o intuito de preparar tudo muito bem. Mas quem não nos conhece que nos compre.
De Póvoa a Leiria, de Leiria a Paredes.
Paredes Paredes Paredes - alimentou-nos a alma e deu-nos uma quebra de tensão. Mas isto já sabem como foi, não me vou repetir.
Aparece o Avante, numa época em que dá-mos as férias por terminadas.
Só quero feirinha internacional, comer e beber em 'todo o Mundo' e comprar umas coisinhas em segunda mão.
Mas apesar de tudo nada me deprime mais do que o final das férias. Fiz muito, mas tão pouco. Não vi praia. Quase nem senti o sol. Estou tão branca como as paredes recentemente pintadas da igreja. Não fui ao Ermal, nem a Viana. Nada de photo-tours e jantares com os amigos. Não conheci ninguém super-espectacular, não conheci o meu homem de sonho(tinha de meter uma pitada de novela :D)
Quando saí de Vila Real pensava no quanto queria voltar rapidamente. Mas por incrível que seja, acho que já estou a ficar com saudades desta minha terriolazinha onde só em Agosto se vê gente na rua (e brincos 'diamante, sem esquecer as madeixas loiras nos cortes de cabelo rascos).
Ok, e acabo de ficar triste, portanto vou escrever uma folha A4 sobre a minha amizade com a Laura, no seu estúpido livro de finalistas. Cya*