Social icons

8.07.2009

Paredes de Coura - parte 3


Dia 30 Julho

Dor de cabeça enorme. Sentíamos agora os efeitos da garrafa de Casal Garcia que tanta alegria nos tinha dado na noite anterior. Tentámos levar os nossos corpos até às piscinas para tomar banho mas rapidamente desistimos. Parámos para descansar. Tínhamos de comer urgentemente. Estávamos fracas. Concordámos que seria melhor uma ir até à tenda buscar algo para comer enquanto a outra tratava das sagradas coca-colas e o típico cafézinho anti-ressaca.
Calhou-me o caminho mais penoso. Pensei que desmaiaria durante o percurso. Cheguei ao campo, abri a tenda e peguei na primeira coisa comestível que vi: uma saqueta de croissants.
Encontrei-me com a Laura. Comemos os croissants todos, bebemos a coca-cola rapidamente e de seguida, o café. Ficámos bem melhor mas o zum-zum permanecia dentro das nossas cabeças.
"Hoje não bebemos!", pensamos. Mas esta promessa mais tarde não se verificou, como é óbvio.
Fiquei a saber que enquanto pedia as colas, a Laura teve uma quebra de tensão. Em que situação nos encontrávamos.
Fomos tomar banho, mas as piscinas só abriam às 15h30. Eram 13horas. Esperamos minutos a fio mas valeu a pena: a água estava quente e ficamos sensivelmente melhor. Ao fim da tarde bebemos umas cervejas. Ofereceram-me uma devido à minha simpatia (lol).
Os concertos dessa noite foram indescritíveis.
The Horrors foram, na minha opinião, uma desilusão. Como disse o Luís: "The Horrors foram Horror-osos".
Supergrass serviram para aquecer para o grande concerto que se aproximava, ou seja, Franz Ferdinand, que foram indubitavelmente o melhor concerto do festival. Foi impossível não vibrar ao som de The dark of the matinée, No you girls e Take me out. O único ponto negativo deste concerto foi o facto de alguns amiguinhos do país vizinho me terem entornado a Sagres em cima.
Os restantes concertos do dia foram bons, pelo menos do que ouvi. Mas confesso que não estive muito presente. O mesmo digo do after hours (:

ps- deliciosa Coca-Cola de pressão bebida no auge da nossa sede.
ps2- Batatas fritas devoradas quando chegamos à tenda. Maravilha!


Dia 31 Julho

Gostei de Mundo Cão, apesar do nosso pequeno atraso. Portugal The Man passou-me completamente ao lado. Aliás, só permaneci junto ao palco principal devido à insistência do Luís. Não apreciei as músicas e muito menos a presença da banda. Além disso, a comunicação com o público foi escassa.
Foi então que fui alvo de uma situação caricata:
"Desculpa, não conheces ninguém que venda 'cena'?"
Fiquei especada a olhar para o rapaz até que perguntei se tinha cara de quem conhecia, pergunta à qual respondeu "Tens é cara de quem fuma!".
Conclusão: tenho cara de drogada e de dealer (:
Apreciei Blood Red Shoes pois já conhecia bem as músicas e, claro, porque o Steven Ansell é um miminho caído do céu. Devo ainda dizer que gostei da maneira como apenas dois elementos conseguiram captar a atenção do público
Peaches provou mais uma vez ser um furor no palco. Escalou o palco, envolveu-se na multidão e mostrou inúmeros outfits bastante originais. Cativou todos os presentes. Numa palavra, decsreve-se a Peaches e o seu concerto: sexo!
Nine Inch Nails era um dos grandes nomes de Paredes de Coura 09, mas deixou muito a desejar, na minha opinião. Pensei que atingiria a euforia máxima, mas não: limitei-me a ficar sentada na relva a apreciar as diversas músicas enquanto olhava para o céu estrelado. Gostei, mas pensei que seria bem melhor.
Kap Bambino estava ao rubro, e por mim ficava lá até ao final. Mas devido a umas certas pessoas que deciram sentar-se na tenda do palco secundário e ocupar o pouco espaço existente para dançar, fui embora. Punks Jump Up apenas chegaram aos meus ouvidos quando já me encontrava a caminho da tenda. Não sei se estou certa ou errada, mas não me parece que tenha sido algo de muito especial. A chuva começou a cair fortemente. Adormecemos rapidamente, tal era o cansaço.

3 comments

  1. oh nao reparei porque o texto é grande x) ai o que a ressaca faz as pessoas, eu tenho a sorte de nunca ficar com ela ahah. fui para paredes domingo, compramos montes de bebidas todos os dias e nao fiquei com ressaca uma unica vez, uh sou poderosa!

    hum quanto a punks jump up tenho a dizer que perdeste em nao ve-los, foi absolutamente aw! eu ainda levei alguns piropos nesse concerto porque estava de t-shirt branca e decidi dançar cá fora a chuva, imagina como fiquei x) para a proxima não saias dos afters, valem sempre a pena, pelo menos vê sempre um bocadinho de cada artista que passa por la! se nao tiveres companhia ou ficas sozinha (eu adoro ficar sozinha) ou entao grita por mim x)

    também vou adicionar-te *

    ReplyDelete
  2. nhai, Franz Ferdinand!
    só espero vê-los em dezembro *.*

    ReplyDelete
  3. NIN foi altamente, pdia te sido melhor n digo o contrario mas o trent parte tudo! havia pessoal sentado a ver NIN :o

    amei todo o festival :,)

    Peaches foi lindo :D

    *

    ReplyDelete

Powered by Blogger.