Social icons

5.27.2009

Quero...


Apetece-me gritar. Gritar e libertar toda a raiva que possuo dentro de mim. Raiva armazenada, raiva que me corrói e vai destruindo aos poucos.
Quero correr. Correr e poder voar livremente até ti sem que nada nem ninguém me possa impedir. Correr sem um peso na consciência a atrasar os meus largos passos.
Quero falar. Falar sem ter medo de o fazer. Poder dizer o que sinto apesar de saber que serei julgada. Falar e expressar a minha vontade; a vontade de te envolver nos meus braços e deixar-me envolver nos teus, de tocar nos teus lábios e saber que és meu; uma vontade ilusória, surreal.
Quero chorar. Chorar como se o amanhã não existisse. Cada lágrima caída, cada sonho desfeito. Chorar para aliviar esta dor infindável que se apodera de mim.
Quero adormecer. Porque somente se cerrar meus olhos esquecerei, ainda que por breves momentos, todas estas minhas vontades melancólicas, que me apertam como uma corda que se enrola em todo o corpo.
Quero ser feliz. Atingir essa felicidade de que todos falam mas que tende em não se cruzar no meu percurso. Feliz por me fazeres sorrir com actos carinhosos, com piadas que só nós compreendemos; feliz por te ter a meu lado, ainda que não seja para sempre.

Post a Comment

Powered by Blogger.